Depressão Pós Parto o que é, e Como Tratar?

A depressão pós-parto é um tipo de transtorno que afeta as mulheres depois que elas dão à luz ao seu bebê. De uma forma geral, podemos dizer que não existe uma causa única para o problema e que ela comumente é resultado de uma combinação de fatores emocionais e físicos.

Uma mão que se encontra em depressão pós-parto pode ter fortes sentimentos de ansiedade, tristeza e exaustão ao seu extremo. A consequência é que o problema acaba afetando a capacidade que a mulher tem de cuidar de si mesma e de seu filho recém-nascido.

A estimativa sugere que cerca de 70% das mães, são afetadas pelo que é chamado de “tristeza materna”, um outro nome para a depressão.

De acordo com dados da Fundação Oswaldo Cruz, 1 em cada 4 brasileiras acabam sofrendo com a depressão pós-parto, cuja duração pode ultrapassar algumas semanas, causando emoções bastante intensas, a boa notícia é que chegou ao brasil o captril, que é um suplemento natural e sem nenhum tipo de efeitos colaterais que pode ser usado por qualquer mamãe para combater a depressão pós parto.

O que é a depressão pós-parto

Durante toda a gestação o corpo da mulher muda muito e se prepara para gerar aquela vida. Então, quando o bebê nasce, essa mudanças ocorre de forma ainda mais intensa.

Isso tudo pode desencadear uma grande variedade de emoções bastante fortes, que vão desde a alegria, até um medo, ansiedade e a temida depressão.

A depressão pós-parto também pode ser chamada de tristeza materna, e inclui alterações de humor, dificuldade para dormir, ansiedade, choro e muito mais.

Normalmente esse quadro se inicia cerca de dois ou três dias depois do nascimento do bebê e sua duração é indeterminada.

Quando essa tristeza materna se torna mais profunda e mais intensa é que caracteriza-se a depressão pós-parto. Raramente pode acontecer também um episódio de psicose pós-parto, que também pode durar semanas.

Vale lembrar que a depressão pós-parto não é brincadeira, não é “frescura” e muito menos é fraqueza.

As mulheres que chegam a desenvolver esse quadro possuam um risco maior de desenvolver a depressão em algum outro momento de suas vidas.

Caso não seja corretamente tratada, a depressão pode ter uma duração de meses, trazendo sérias consequências para toda a família

A depressão pós-parto pode interferir até mesmo na capacidade da mãe de lidar e cuidar do seu bebê, bem como de realizar outras tarefas do seu dia a dia.

Por isso é que o problema deve ser diagnosticado e tratado da forma correta para que seja possível revertê-lo e recuperar a qualidade de vida dessa mamãe. Veja mais detalhes no vídeo abaixo:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *